Além de pavimentar ruas, Programa Urbaniza Irecê vai enviar projeto de lei para nomear ruas da cidade

Foto: Waldson Alves/Arquivo Ascom Prefeitura de Irecê

Por Ascom PMI

Além da pavimentação asfáltica, construção de passeios e instalação de meios-fios com acessibilidade de mais de 100 ruas e avenidas, o executivo municipal vai enviar projeto de lei para dar nome a diversas ruas da cidade que hoje não tem nomes. A solicitação da nomeação das ruas foi feita pelos alunos do 1º ano da Escola  Padre Cícero, do bairro Silva Pereira, que enviaram uma carta ao prefeito Elmo Vaz com o pedido.

“Já tínhamos consciência dessa necessidade, mas com essa solicitação a nossa obrigação será acelerada” explicou o gestor, que se sensibilizou com o pedido, e visitará a Escola para ouvir e conversar pessoalmente com as crianças. Segundo o prefeito, será feita uma campanha para escolher os nomes das ruas, e, em seguida será encaminhado um projeto de lei pra Câmara de Vereadores.

“Não basta urbanizar os bairros com pavimentação asfáltica, construção de passeios e instalação de meios-fios e acessibilidade, temos de dar nomes as ruas e avenidas ”, afirma Elmo. “Não podemos continuar convivendo com logradouros sem um nome. Uma via não pode ser denominada de Rua A ou Rua B, temos de mudar isso rapidamente”, completa.

Ainda segundo o prefeito, Irecê tem diversas personalidades que podem ser homenageadas, como professores, empresários e pessoas que fizeram parte da história da cidade. “Depois vamos oficializar todos esses novos nomes junto a Embasa, Coelba e Correios, e instalar placas de identificação”, explicou.

Para Elmo Vaz, o Programa Urbaniza Irecê já é um grande sucesso. “Desde o seu inicio tenho intensificado as visitas aos bairros contempladas pela ação, e acompanhado de perto a satisfação dos moradores com a chegada do tão esperado asfaltamento”, disse. “Estamos promovendo uma série de melhorias na saúde, bem-estar e no acesso tanto para pedestres quanto para veículos, e incentivando a atração de comércios e serviços para as comunidades, promovendo assim valorização dos imóveis da região”, finalizou.

Partilhar: