Sobre o papel da Agência de Notícias IrecêPress; Leia nosso manifesto inicial escrito em 2017

IrecêPress tem como missão principal ser a Agência de Notícias do Território de Irecê. Isso significa cobrir de forma territorial os 22 municípios que o compõe.

No conceito de Microrregião, o verbete da Wikipédia diz que “a microrregião de Irecê é uma das microrregiões do estado brasileiro da Bahia pertencente à mesorregião Centro-Norte Baiano. Sua população foi estimada em 2015 pelo IBGE em 400.063 habitantes, e está dividida em dezenove municípios. Possui uma área total de 17.379,725 km².”

Município População (2015) Área (km²) Gentílico
América Dourada 16.923 743 américo-douradense
Barra do Mendes 14.526 1.252 barra-mendense
Barro Alto 15.377 425 barroaltense
Cafarnaum 18.695 927 cafarnauense
Canarana 26.382 617 canaranense
Central 18.140 606 centralense
Gentio do Ouro 11.423 3.671 gentiense, gentiourense
Ibipeba 18.674 1.417 ibipebense
Ibititá 18.727 564 ibititaense
Iraquara 25.006 800 iraquarense
Irecê 73.380 319 ireceense
João Dourado 25.141 984 joãodouradense
Jussara 15.841 948 juçarense
Lapão 27.521 638 laponense
Mulungu do Morro 12.200 517 mulunguense
Presidente Dutra 14.712 163 presidutrense
São Gabriel 19.542 1.199 gabrielense
Souto Soares 17.332 1.095 soutosoarense
Uibaí 14.483 550 uibaiense
Fonte: IBGE/2015[1]

Com a Política Pública de Territórios de Identidade, implementada nos Governos Lula e potencializada na Bahia com o Governo de Jaques Wagner e depois Rui Costa, ambos do PT, Irecê possui 22 municípios em seu Território.

O Projeto tem por objetivo “identificar prioridades temáticas definidas a partir da realidade local, possibilitando o desenvolvimento equilibrado e sustentável entre as regiões, o Governo da Bahia passou a reconhecer a existência de 27 Territórios de Identidade, constituídos a partir da especificidade de cada região. Sua metodologia foi desenvolvida com base no sentimento de pertencimento, onde as comunidades, através de suas representações, foram convidadas a opinar.”

O território é conceituado como um espaço físico, geograficamente definido, geralmente contínuo, caracterizado por critérios multidimensionais, tais como o ambiente, a economia, a sociedade, a cultura, a política e as instituições, e uma população com grupos sociais relativamente distintos, que se relacionam interna e externamente por meio de processos específicos, onde se pode distinguir um ou mais elementos que indicam identidade, coesão social, cultural e territorial.”

É neste contexto que se insere o debate plural de ideias e um novo fazer jornalístico no âmbito territorial, com newsletter, presenças no Twitter, no Facebook, no Instagram, no Youtube. Um jornalismo que valoriza o texto, a apuração, a pauta.

Partilhar: