APLB convoca classe trabalhadora para Greve Geral em Irecê nesta quarta-feira (15)

Da Redação

Com o objetivo de lutar contra a Reforma da Previdência e os cortes nas Universidades e Institutos Federais perpetrados pelo governo de Bolsonaro (PSL), a APLB Sindicato (Associação dos Professores Licenciados do Brasil), convoca a classe trabalhadora para o Dia Nacional de Paralisação nesta quarta-feira (15).

De acordo com Fátima Oliveira, presidenta da APLB, Delegacia do Feijão, “a concentração se dará às 8h em frente ao Banco do Brasil em Irecê e culminará com caminhada até a Praça da Prefeitura, onde será realizado o ato unificado que tem como bandeira principal o repúdio ao recente corte orçamentário de 30% nas universidades”, pontua.

No Território de Irecê, a CTB (Central de Trabalhadoras e Trabalhadores do Brasil) também está na construção. A convocação nacional é organizada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

Em Xique-Xique, distante 105 km de Irecê, também haverá protestos e a concentração será em frente a Câmara de Vereadores, a partir de 8h.

Jorge Solla (PT-BA) denuncia falta de medicamentos no Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/PT na Câmara

Por Juliano Ferreira

O Deputado Federal Jorge Solla (PT-BA) denunciou no plenário da Câmara na terça-feira (7) o Ministério da Saúde e o Governo Bolsonaro por falta de medicamentos indispensáveis e alguns já com estoque crítico.

De acordo com o deputado, “são 24 medicamentos indispensáveis adquiridos de forma centralizada pelo Ministério da Saúde que estão faltando no Brasil inteiro. Medicamentos imunossupressores, os pacientes transplantados estão sem medicamento, medicamentos para HIV e 19 estão com estoque crítico que só dá para mais 30 ou 45 dias”, pontuou Solla.

O deputado também criticou o corte no orçamento das Universidades: “Cortar 30% do orçamento das universidades é impedir a continuidade das aulas e das pesquisas”.

E arrematou: “Deixar de distribuir medicamentos para transplantados, portadores de HIV e uma série de doenças graves é sentença de morte. Mais de dois milhões de brasileiros vivem essa situação”.

Assista o pronunciamento de Jorge Solla no Instagram:

 

Indetectável = Intransmissível

Por Agência de Notícias da AIDS

Quem tem HIV, faz tratamento antirretroviral e tem carga viral indetectável há pelo menos seis meses não transmite o vírus sexualmente. A afirmação se baseia em diversos estudos com resultados sólidos e conclusivos – HPTN 052 e Partner, de 2016, e Opposites Attract, de 2017 –, os quais têm levado à atualização da mensagem sobre transmissibilidade por parte de autoridades como o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e a Sociedade Internacional de Aids (IAS) , da Suíça.

No Brasil, o Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo, também reconheceu, por meio de nota, em 2017, que indetectável é igual a intransmissível.

Com os tratamentos atuais a base de antirretrovirais, cada vez mais pessoas com HIV estão conseguindo reduzir a carga viral no sangue para níveis indetectáveis por testes laboratoriais.

De acordo com o Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids), o assunto já é consenso entre cientistas. “Esse conhecimento pode ser empoderador. A consciência de que eles não estão mais transmitindo o HIV sexualmente pode proporcionar um forte senso de que passam a ser agentes de prevenção em sua abordagem para os relacionamentos novos ou já existentes.”

“Pessoas vivendo com HIV em tratamento antirretroviral e com carga viral indetectável em seu sangue têm um risco negligenciável de transmissão sexual do HIV. Dependendo das drogas empregadas, pode levar até seis meses para que a carga viral fique indetectável. Supressão viral do HIV contínua e confiável requer a seleção de medicamentos apropriados e excelente adesão ao tratamento. A supressão viral do HIV deve ser monitorada para assegurar tanto os benefícios de saúde pessoal quanto de saúde pública”, diz a Declaração Internacional de Consenso Indetectável igual Intransmissível.

A Declaração também é endossada por 550 organizações de 70 países em todo o mundo. Do Brasil, quatro organizações assinaram a Declaração de Consenso: o GIV (Grupo de Incentivo à Vida), o Fórum das ONG/Aids do Estado de São Paulo, vHIVo.com e a Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e Aids.

Especialistas recomendam ainda que a pessoa com carga viral indetectável faça exames periodicamente. E embora ela não transmita o vírus, pode contrair outras infecções sexualmente transmissíveis, o que deve ser levado em conta quando se vai optar por usar preservativo ou não.

Leia mais sobre o assunto em:
CDC 
The Lancet
Washington Post
Community Partners
GIV
Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids

Irecê-BA realiza atos pró Haddad nesta sexta (26) e sábado (27)

Por Juliano Ferreira

Nesta reta final de campanha política do 2º turno, Irecê-BA realiza dois grandes eventos do presidenciável Fernando Haddad.

Arte: Divulgação

O primeiro é a Carreata da Vitória, que ocorre nesta sexta-feira (26) às 18h. A concentração ocorrerá no Posto Petrometral e percorrerá as principais ruas e avenidas da cidade.

O segundo evento é a Caminhada da Vitória, que acontece no sábado (27), a partir das 9h, com concentração em frente a Rodoviária da cidade.

Arte: Divulgação

Os eventos contarão com militantes, lideranças políticas, dirigentes e movimentos sociais.

“É decisivo o trabalho que cada um vem desenvolvendo nesta reta final, agora é ir e ganhar as ruas. Esperamos que todos os companheiros e companheiras mobilizem seus amigos, parentes, colegas de trabalho e vizinhos. Avante companheiros rumo a vitória com Haddad Presidente”, disse José Marcelino da Silva, presidente do PT em Irecê.

Incêndio atinge Museu Nacional do Rio de Janeiro

Foto: Vitor Abdala/Agência Brasil

Por Renata Giraldi/Agência Brasil

Um incêndio de proporções ainda incalculáveis atingiu, no começo da noite deste domingo (2), o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte da capital fluminense. O prédio histórico de dois séculos foi residência da família real brasileira e tem um dos acervos mais importantes do país – são cerca de 20 milhões de peças.

O Corpo de Bombeiros do Rio foi acionado às 19h30. Homens de quatro quartéis trabalham no local, que fica dentro do parque nacional da Quinta da Boa Vista. O prédio tem três andares, é ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o fogo toma de conta de boa parte da construção.

Até o fechamento desta reportagem, os bombeiros não dispunham de informações sobre vítimas. O museu estava fechado para visitação no momento em que o incêndio começou. Por segurança, há homens também da Polícia Militar e profissionais de saúde em ambulâncias.

História

Mais antiga instituição histórica do país, o Museu Nacional do Rio foi fundado por D.João VI, em 1818. É vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com perfil acadêmico e científico. Tem nota elevada por reunir pesquisas raras, como esqueletos de animais pré-históricos e múmias.

O local foi sede da primeira Assembleia Constituinte Republicana de 1889 a 1891, antes de ser destinado ao uso de museu, em 1892. O edifício é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No acervo, com cerca de 20 milhões de itens, há diversificação nas peças, pois reúne coleções de geologia, paleontologia, botânica, zoologia e arqueologia. Há, ainda, uma biblioteca com livros com obras raras.

O Museu Nacional do Rio oferece cursos de extensão e pós-graduação em várias áreas de conhecimento. Para esta semana, era esperado um debate sobre a independência do país. No próximo mês, estava previsto o IV Simpósio Brasileiro de Paleontoinvertebrados no local.

Jornalista Alberto Dines morre aos 86 anos

Foto: Agencia Brasil

Por Agência Brasil

O jornalista Alberto Dines, fundador do Observatório da Imprensa, morreu hoje (22), aos 86 anos.

Dines estava internado há dez dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O hospital informou que o jornalista morreu às 7h15, vítima de deficiência respiratória. O velório deve ocorrer na capital paulista.

Jornalista, professor universitário, biógrafo e escritor, Dines teve destaque em vários veículos de comunicação. Começou a carreira no jornalismo em 1952 na revista A Cena Muda e no ano seguinte participou da fundação da revista Visão para acompanhar reportagens da área artística. Em 1957 trabalhou na revista Manchete, de propriedade de Adolpho Boch. Dois anos depois foi diretor do segundo caderno do jornal Última Hora, de Samuel Wainer. No ano seguinte, dirigiu o jornal Diário da Noite, dos Diários Associados, pertencente a Assis Chateaubriand. Em 1962 virou editor-chefe do Jornal do Brasil, onde permaneceu até 1973.

No ano seguinte foi professor-visitante na Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, de onde voltou para ser diretor da sucursal da Folha de S. Paulo, no Rio de Janeiro. Em 1980, deixou o jornal e passou a colaborar em O Pasquim.

Mudou-se para Lisboa em 1988, onde lançou a revista Exame, do Grupo Abril. Ainda em Lisboa lançou o Observatório da Imprensa, uma entidade sem fins lucrativos dedicada a avaliar a qualidade do jornalismo brasileiro. Dines retornou ao Brasil em 1994.

Em 1998, lançou o Observatório da Imprensa na TV Educativa do Rio de Janeiro. O programa foi, posteriormente, produzido pela TV Brasil.  O Observatório da Imprensa ficou no ar de 1998 a 2016.

Edição: Lílian Beraldo

Prefeito Elmo Vaz (PSB) comemora inauguração do Baixio de Irecê, que acontece hoje (23)

Foto: Secom/BA

Ascom/Prefeitura de Irecê

Ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o prefeito Elmo Vaz (PSB) celebra a inauguração do empreendimento, que ocorre nesta sexta-feira (23), na região de Irecê localizada no Vale do Médio São Francisco.

Fruto de sua articulação política durante período em que esteve à frente da Companhia, o gestor destacou as possibilidade que se abrirão para todos os irrigantes da região com essa iniciativa

– Com a conclusão do projeto, a expectativa é de que sejam gerados cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos, beneficiando toda a região, explica.

– Além disso, a agricultura irrigada permitirá alta produtividade e a introdução de culturas mais lucrativas e utilização de tecnologias para conservação e melhoria dos solos.

Para Elmo Vaz, é um sonho ver o Baixio de Irecê entrar definitivamente em operação. “Sinto-me parte disso, pois, enquanto estive à frente da Codevasf, tirei o projeto do papel e ajudei para que este dia chegasse. Parabenizo a direção da Codevasf, a Presidência da República, o Ministério da Integração, além dos agricultores, por este momento”.

O Projeto Baixio de Irecê está localizado na região do Vale no Médio São Francisco, entre os municípios de Itaguaçu da Bahia e Xique-Xique. A ação vai contribuir para o desenvolvimento da região semiárida, através da agricultura irrigada, aumentando as oportunidades de emprego e contribuindo com progresso regional. Na ocasião, é esperada a presença do presidente Michel Temer, do presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Avelino Neiva, além de prefeitos e autoridades da região.

Moral e Dogma de Albert Pike modernizou os Ritos do REAA; Leia fragmento de 77 páginas na íntegra

Foto: Acervo IrecePress | 15.03.2018

Por Albert Pike, 33º grau

O verdadeiro nome de Satã, dizem os cabalistas, é o de Yahveh invertido, pois Satã não é um deus negro, mas a negação de Deus. O Diabo é a personificação do Ateísmo ou Idolatria.

Baixe o documento em pdf na íntegra (77 páginas)

Para os Iniciados, ele não é uma Pessoa, mas um Força criada para o bem, mas que pode servir o mal. É o instrumento da Liberdade ou Livre Arbítrio. Estes representam esta Força, que preside sobre a geração física, sob a forma mitológica e cornuda do DEUS PAN.

E daí veio o bode do Sabbat, irmão da Antiga Serpente, e o condutor da Luz, ou Substância Fosforescente, do qual os poetas fizeram o falso Lúcifer da lenda.

O ouro, aos olhos dos Iniciados, é a Luz condensada. Chamam os números sagrados da Cabala de “números de ouro”, e os ensinamentos morais de Pitágoras de seus “versos dourados”.

Pela mesma razão, um livro misterioso de Apuleius, no qual um asno aparece muitas vezes, foi chamado de “O Asno de Ouro”.

Edição: Juliano Ferreira/IrecePress.com

Confira o Calendário de eventos da Diplomacia Brasileira para este início de ano

DF – ITAMARATY/01/12/2014 – Foto: CHARLES SHOLL/FUTURA PRESS

22/JAN a 30/MAR (continuação) – Genebra, Suíça. Parte I da sessão 2018 da Conferência sobre Desarmamento.

14/FEV a 9/MAR (continuação) – Genebra, Suíça. 19ª sessão do Comitê sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

19/FEV – São Paulo, SP. Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital.

19/FEV – Roma, Itália. Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Reunião de Briefing do Grupo de Amigos da Biodiversidade.

19 e 20/FEV – Brasília. Reunião de Consulta da América Latina e do Caribe como contribuição para o Pacto Global sobre Refugiados.

19 e 20/FEV – Genebra, Suíça. Seminário sobre Direito à Privacidade na Era Digital.

19 e 20/FEV – Brasília. Visita da Ministra das Relações Exteriores do Suriname, Yldiz Pollack-Beighle.

19 a 23/FEV – Genebra, Suíça. 20ª sessão do Comitê Assessor do Conselho de Direitos Humanos.

19/FEV a 9/MAR – Genebra, Suíça. 69ª sessão do Comitê sobre a Eliminação da Discriminação contra a Mulher.

20 a 22/FEV – Roma, Itália. Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Reunião do Grupo de Informação AMIS.

20 a 22/FEV – Roma, Itália. Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Conferência Internacional sobre o Combate ao Desmatamento e Expansão da Área Florestal: da Aspiração à Ação.

20 a 22/FEV – Roma, Itália. Conferência sobre Prevenção do Desmatamento e Aumento da Área Florestal (“Conference on Halting Deforestation and Increasing Forest Area”) (CPF), da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

21/FEV – Brasília. Reunião do Comitê Gestor da Sala de Inovação.

21/FEV – Buenos Aires, Argentina. Fórum sobre Eficiência Energética e Fontes Renováveis (‘Energy Efficiency and Renewables Forum’).

21/FEV – Roma, Itália. Webinar global da FAO e do CCAFS: Avançar no trabalho conjunto da Koronivia na Agricultura sob o UNFCCC 21/02.

21 a 23/FEV – Tóquio, Japão. XV Reunião Informal Brasil-Japão sobre Ações Futuras contra a Mudança do Clima.

22 e 23/FEV – Buenos Aires, Argentina. Primeira Reunião do Grupo de Trabalho de Transições Energéticas do G-20 (‘Energy Transitions Working Group’, ETWG), co-presidido por Argentina e Brasil.

22 e 23/FEV. Genebra, Suíça. Reunião de consultas do Escritório do Alto Comissário para os Direitos Humanos com os Estados sobre a segunda fase do Projeto “‘Accountability and Remedy’: Melhorando a efetividade dos mecanismos estatais não judiciais com relação a empresas e direitos humanos” (ARPII).

23/FEV – São Paulo, SP. Reunião Ordinária do Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br.

23/FEV – Genebra, Suíça. Reunião do Grupo de Amigos da campanha pela erradicação da Apatridia.

Polícia de Roraima prende suspeito de atear fogo em família venezuelana

Sabrina Craide/Agência Brasil

A Polícia Civil de Roraima prendeu ontem (10) o suspeito de atear fogo em uma família de venezuelanos, na semana passada. Ele confessou o crime e, no local da prisão, foram encontrados materiais usados no ataque, como garrafas com álcool e isqueiro.

O guianense Gordon Fowler, conhecido como Jamaica, foi preso em flagrante em um imóvel abandonado por volta das 21h, pela equipe da Delegacia Geral de Homicídio. Segundo a Polícia Civil, ele disse não ter nada especificamente contra as vítimas, e que teve um desentendimento com outros venezuelanos que e que acabou tendo a bicicleta roubada. O acusado disse que “tomou raiva” dos venezuelanos e decidiu se vingar.

Jamaica foi encaminhado para audiência de custódia e depois será encaminhado para a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo.

Incêndio

Nos primeiros dias deste mês, ocorreram dois ataques a venezuelanos em Roraima. O primeiro caso ocorreu na madrugada de segunda-feira (5), e as vítimas foram uma mulher e um homem que estavam dormindo na varanda de uma casa. O segundo foi na madrugada de quinta-feira (8) em uma casa em Boa Vista onde vivem venezuelanos. Uma mulher e uma menina de 3 anos ficaram gravemente feridas, com boa parte do corpo atingida pelas chamas.

O acusado vai responder por tripla tentativa de homicídio pelo ataque que atingiu a família venezuelana. Ele também vai responder por dupla tentativa de homicídio, por um ataque anterior, que atingiu duas pessoas.

Nos últimos meses, aumentaram os casos de conflito entre brasileiros e venezuelanos em Roraima. Os episódios de xenofobia na região preocupam a polícia. Desde 2016, a migração de venezuelanos aumentou de forma significativa. Segundo cálculos da Prefeitura de Boa Vista, há mais de 40 mil cidadãos venezuelanos na cidade, mais de 10% da população local, de cerca de 330 mil habitantes.