Jornalista mexicano de rádio e TV é assassinado em Tabasco

Por Teresa Mioli/CA

O jornalista mexicano Juan Carlos Huerta foi morto em Tabasco na manhã de 15 de maio, no que parece ter sido um assassinato por encomenda. Sua morte ocorre no aniversário de um ano do assassinato do jornalista Javier Valdez, salientando a grave violência enfrentada pela imprensa mexicana.

Juan Carlos Huerta (Facebook)
Huerta estava saindo de sua casa em uma parte da cidade conhecida como Flor de Trópico quando seu carro foi bloqueado por homens armados em dois veículos. Eles atiraram contra o jornalista e o atingiram pelo menos quatro vezes, informou o site de notícias Tabasco HOY.

Uma mulher que estava com o jornalista no momento sobreviveu ao ataque, relatou o Diário de Tabasco.

O governador Arturo Núñez disse “parece que vieram para executá-lo”, segundo Aristegui Noticias.

Núñez disse que as autoridades estão fechando o acesso à cidade para encontrar os responsáveis, informou Milenio.

Vídeo do site de notícias La Silla Rota mostra presença de policiais fortemente armados na cena do crime.

Huerta era diretor geral da estação de rádio Sin Reservas, que fica em Villahermosa, Tabasco. A estação, que é transmitida ao vivo online em vídeo, celebrou recentemente seu aniversário de dois meses.

Em 8 de maio, Huerta postou uma nota comemorativa no Facebook, reconhecendo o sucesso da estação e agradecendo seus muitos seguidores e apoiadores.

Ele também foi apresentador do programa de televisão Notinueve no Canal 9.

A morte de Huerta ocorreu no aniversário de um ano do assassinato do jornalista Javier Valdez em Sinaloa. Para marcar o dia, jornalistas de todo o país realizam eventos para chamar a atenção para a violência contínua contra jornalistas no país e a impunidade que se segue em muitos casos.

Usuários de mídia social estão de luto pela morte de Huerta, ao mesmo tempo em que destacam o fato de que ocorreu no aniversário do assassinato de Valdez. A filial mexicana do El País escreveu: “O dia 15 de maio foi consolidado como um dia sombrio no jornalismo mexicano”.

Petrolina-PE: Radialista Geraldo Freire lança livro biográfico neste sábado (11)

Por Clas Comunicação e Marketing

O radialista Geraldo Freire, que há mais de 30 anos é líder de audiência no Recife e região metropolitana, lança neste sábado (11) no hotel Nobile Suites (antigo Quality) em Petrolina-PE, o livro ‘O que eu disse e o que me disseram’.

Durante o evento, que ocorre das 9h ao meio dia, o comunicador vai autografar a obra que conta parte significativa da sua história e ajuda a entender a trajetória recente da radiofonia pernambucana.

O livro, que tem prefácio de Xico Sá, depoimentos de Ivanildo Vila Nova, Moacir Franco e Jessier Quirino, contou com a ajuda do professor Eugênio Jerônimo e chega ao Vale do São Francisco depois de concorridos lançamentos em Recife e Caruaru.

A obra levou 10 anos para ser concluída e relata histórias curiosas e interessantes envolvendo personagens, a exemplo de Miguel Arraes e Dom Helder. Tudo com muita irreverência que é a marca registrada deste cearense de Caririaçu que já contabiliza 40 anos de jornalismo, 25 destes na Rádio Jornal.

João Dourado-BA: Grave acidente entre moto e carro na BA-052 deixa um morto

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por Caraíbas FM

Um homem morreu em um grave acidente na BA-052 envolvendo uma moto e dois carros na noite do último domingo (5), próximo ao Motel Visão, em João Dourado-BA. Segundo informações, por volta das 19h, o condutor da moto perdeu o controle e bateu de frente com um carro.

O homem, de aproximadamente 60 anos – ainda não identificado – não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Com a batida ele foi arremessado da moto. O carro que vinha atrás não conseguiu frear e atingiu o motociclista caído na pista. Com a violência do impacto, a motocicleta ficou completamente destruída.

O condutor do carro não se feriu e ficou no local até a chegada da polícia. Segundo a Polícia Militar o trânsito na região ficou complicado, em decorrência da batida.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas ao chegar ao local a equipe constatou que o homem já estava morto.

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica – DPT esteve no local e encaminhou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) de Irecê.

Juazeiro-BA: EGESP oferece curso de oratória para servidores municipais

Arte: Ascom/Prefeitura de Juazeiro-BA

Eneida Trindade/SEGESP

A Escola de Gestão Pública de Juazeiro – EGESP está com inscrições abertas para o curso ‘A Arte de Falar em Público’, que acontece no dia 14 de novembro. Ministrada pela facilitadora Conceição Carneiro, a atividade é dividida em dois módulos de 8h e tem como objetivo oferecer técnicas para melhorar a oratória dos participantes. Os interessados podem se inscrever gratuitamente no endereço eletrônico http://egesp.juazeiro.ba.gov.br/cursos.

“Durante o curso nós vamos trabalhar questões que atrapalham a desenvoltura das pessoas na hora de falar em público, como a insegurança, a postura e o medo, para que o indivíduo possa desenvolver o autocontrole e autoconfiança necessários na hora de proferir o seu discurso”, revela a facilitadora do curso, Conceição Carneiro.

Após a inscrição online, o servidor tem um prazo de 48h para entregar a sua ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada pelo seu chefe imediato na EGESP, localizada na Orla II, na antiga sede do IFBA.

A Arte de Falar em Público – 14/11

Facilitadora: Conceição Carneiro

Horário: 8h às 12h e 14h às 18h

Local: EGESP

Suspeito de estupro que se passava por policial é reconhecido por 14 mulheres

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Adson Muniz Santos, de 35 anos, preso suspeito de ter se passado por um policial federal para sequestrar e estuprar uma mulher na região dos Jardins, em São Paulo, foi reconhecido por 14 novas vítimas. As mulheres procuraram a polícia para informar que foram atacadas pelo acusado. Elas o reconheceram após as imagens serem divulgadas.

Santos foi preso na tarde de quarta-feira, (11) e está no 77º DP (Santa Cecília). Ele foi preso nas proximidades do Estádio do Pacaembu e a polícia suspeita que ele se preparava para cometer outro crime, pois estava com simulacro de arma e com o distintivo falso da Receita Federal.

Segundo a Polícia Civil, mulheres de outros Estados ligaram para a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) informando terem sido estupradas pelo homem.

“É um predador sexual sem sombra de dúvidas”, disse a delegada plantonista da 1ª DDM, Cristine Nascimento Guedes Costa, quando o acusado foi preso. Além do caso de sexta, existem ao menos outros dois boletins de ocorrência contra ele. Dois deles foram registrados no 78º DP, nos Jardins, zona sul da capital. O primeiro, por estelionato, mostra que ele enganou uma mulher de 50 anos e teria prometido ajudá-la a resolver um problema em sua empresa. Levou R$ 20 mil no golpe. Em outro caso, o criminoso se passou por um produtor de mídia e abordou a vítima no Aeroporto de Congonhas no dia 2 de outubro. Ele prometeu a ela que poderia levá-la a um programa de TV e marcou um encontro em um hotel. No local, apontou uma arma de brinquedo e a estuprou.

Outras três mulheres que o reconheceram na delegacia relatam terem sido abordadas mas, desconfiadas da atitude, fugiram.

Santos é filiado ao Partido Republicano Brasileiro (PRB) e foi vereador do município de Jussiape (BA), de cerca de 8 mil habitantes, a partir de 2013, com 361 votos. Ele já havia sido candidato a deputado estadual em 2010, mas, segundo texto publicado em site do partido na Bahia, não conseguiu seguir na disputa por ter sofrido um acidente de trânsito.

Nas redes sociais, como Instagram e Facebook, o político ostenta com fotos em carro de luxo posa ao lado de famosos, como o Ronaldinho Gaúcho e exibe imagens com políticos de seu partido, como o deputado federal Celso Russomano e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela.

A vítima mais recente de Santos, segundo a polícia, foi a mulher rendida na sexta-feira, (6) ao sair de carro de um supermercado na Rua Augusta, nos Jardins, região central de São Paulo. Ao atravessar a via com seu automóvel, a mulher cruzou com o criminoso, que, do meio da rua, encostou o falso distintivo no vidro do carro. A vítima, então, abriu o vidro do automóvel.

“Ele se passou por um policial federal. Ela teria andado por três horas no carro. O cidadão a teria estuprado e ainda a fez tirar R$ 3 mil no caixa eletrônico”, disse o delegado seccional do Centro, Marco Antonio de Paula Santos.

Na terça-feira, (10) o caso passou a ser divulgado nas redes sociais, especialmente em grupos do WhatsApp, com imagens de câmeras de segurança do estacionamento do supermercado, que mostram a hora em que o homem se aproxima do carro.

O marido da vítima publicou um texto nas redes com detalhes do crime. “(Minha mulher) saía do estacionamento do (supermercado) Santa Luzia, atravessou a Augusta, quando um rapaz, aparentando 35 anos, bem vestido, bateu na janela do carro dela, apresentou as credencias de policial e pediu os documentos do carro dela sob o pretexto de que ela quase o atropelou”, relata. “Neste momento, percebendo que o carro estava destravado, ele entrou e a sequestrou por três horas com a intenção de roubo e estupro.”

O marido disse ainda que o bandido circulou com ela no carro até a Avenida Francisco Matarazzo, na zona oeste, quando a vítima conseguiu fugir.

Estadão Conteúdo

Irecê-BA: Fornecimento de energia elétrica será interrompido novamente nesta quinta-feira (12); Saiba as ruas atingidas

Foto: Divulgação

A Coelba informou nesta quarta-feira (11), através de comunicado, que o fornecimento de energia elétrica será temporariamente interrompido em Irecê, nesta quinta-feira (12), feriado da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida e dia das crianças.

Uma suspensão já havia sido anunciada no último domingo (8) quando várias ruas ficaram sem energia elétrica. A troca de postes e manutenção da rede é um dos motivos das ruas ficarem sem energia.

Saiba mais:

De acordo com a nota, enviada aos moradores atingidos pela interrupção, esta é uma atividade para realizar melhorias na rede de distribuição.

“Esta é uma atividade rotineira em todas as concessionárias de energia e que visa assegurar a qualidade e confiabilidade do atendimento aos seus clientes”, diz a nota, assinada pelo Gestor da Agência de Irecê.

Confira as localidades atingidas pela falta de energia elétrica nesta quinta-feira (12) em Irecê:

Rua Índio Mamede; Rua Marechal Deodoro da Fonseca; Rua Henrique Justa Dourado; Rua Teotônio Otacílio Marques Dourado; Rua Leonardo Da Vinci; Rua José Tibúrcio; Rua Joselito Marques Dourado; Rua Rosalvo da Silva Pereira; Rua A; Rua F; Avenida Raimundo Bonfim, Rua Benigna C. Dourado; Rua Luís Carlos Prestes; Rua Florisvaldo de Oliveira Costa; Rua Constância da S. Dourado; Rua Joaquina da S. Dourado; Rua Luis Carlos Prestes.

Da Redação/IrecêPress

Salvador-BA: Homem joga álcool e ateia fogo na companheira em Sussuarana

Foto: Adilton Venegeroles | Agência A Tarde

Olegário Pereira dos Santos, 67 anos, jogou álcool e ateou fogo no corpo da companheira Maria da Conceição Alves dos Santos, 59 anos, na noite desta segunda-feira, 9. O crime aconteceu por volta das 23h30, na rua Aida Celeste, no bairro de Sussuarana Velha, em Salvador.

O homem foi detido por uma guarnição da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) e apresentado da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam/Brotas). Segundo a delegada unidade, Heleneci Nascimento, a suspeita é que Olegário tenha cometido o crime enquanto a vítima dormia.

“Ele apresentou duas versões do crime durante o interrogatório e a mais provável é que ele esperou a mulher dormir para atear fogo nela”, disse a delegada, que ainda complementou que o homem não apresentava nenhum sinal de queimadura ou de briga. “Eles podem ter discutido momentos antes, mas não acredito que ele tenha feito o ato durante a briga”, finalizou.

Maria da Conceição foi socorrida ainda com vida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para o Hospital Geral do Estado (HGE), na Vasco da Gama. De acordo com a delegada, a mulher teve queimaduras de 2º e 3º graus. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

O suspeito foi encaminhado para uma audiência de custódia no Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), localizado no mesmo prédio da Central de Flagrantes, na avenida ACM, onde estará à disposição da Justiça.

Nicolas Melo/A Tarde Online

Conselho de psicologia, deputado federal e psicóloga criticam decisão judicial sobre reversão sexual

O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho acatou parcialmente, na última quinta-feira (18), o pedido liminar em uma ação popular contra a Resolução 01/99 do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que permite psicólogos tratarem a orientação sexual de gays, lésbicas e bissexuais como doença, sendo curada a partir de terapia para reversão sexual. A liberação da Justiça impede que o CFP interfira ou censure o psicólogo que concorde com esta decisão.

A psicóloga Lígia Baruch Figueiredo ressalta que esse tipo de decisão normalmente acontece por misturar religião com psicologia “Não é possível mudar a inclinação sexual de ninguém. Mudança de orientação sexual torna a homossexualidade um problema, uma doença. Já avançamos no sentido de que não é uma doença. Por isso seria um grave retrocesso”, completou. A doutora Lígia Baruch atende bissexuais, homossexuais, heterossexuais e lésbicas há 25 anos.

O Conselho Federal de Psicologia, em seu site oficial, se posicionou contrário à ação afirmando que o Judiciário se equivoca ao desconsiderar orientações sexuais não heteronormativas. Destacando que a Resolução 01/99 trata outras sexualidades sem as criminalizar ou patologizar. O CFP informou que vai recorrer da decisão liminar.

Já o deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) foi enfático em um texto publicado no Facebook: a homossexualidade é uma orientação sexual, tão normal, saudável e natural quanto à heterossexualidade ou a bissexualidade. Nenhum cientista de nenhum lugar do mundo diz que a homossexualidade ou a heterossexualidade possam ou devam ser “curadas” ou “revertidas”. Isso é uma burrice, uma loucura.

Por Yasmin Barreto/BNews