Irecê vence Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor na categoria Empreendedorismo na Escola

Foto: Ascom/PMI

O município de Irecê venceu o X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor na categoria Empreendedorismo na Escola, com o projeto “Construir possibilidades para transformar”. O evento aconteceu na quarta-feira passada (28/11), no Hotel Fiesta, em Salvador, e premiou a parceria entre a Prefeitura e o Sebrae no Projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), realizado na Escola Luiz Viana Filho, no bairro São Francisco, e que conta com 400 alunos diretamente envolvidos em ações de empreendedorismo e fomento à cultura empreendedora.

Segundo o prefeito Elmo Vaz, o prêmio é um estímulo para continuar trabalhando e inovando. “Para a nossa alegria fomos vencedores na categoria Educação Empreendedora. Plantamos uma semente e estamos colhendo. Em 2019 vamos concorrer nacionalmente, com outros municípios do país, e esperamos vencer novamente”, disse. “Quero agradecer a Talita, diretora da Escola Luiz Viana Filho, aos alunos, professores, pais e toda a comunidade do bairro São Francisco. Esse prêmio é de vocês”, completou.

Na ocasião, Elmo Vaz também agradeceu ao Sebrae pela iniciativa de reconhecer as iniciativas das Prefeituras que visam o empreendedorismo e a geração de empregos, bem como os secretários de Educação e Indústria e Comércio, Agnaldo Freitas e Pedro Sodré e suas equipes, todos fundamentais para esta premiação. “A educação pública de Irecê é hoje uma das melhores da Bahia. Segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2017, o município está entre os três melhores desempenhos do estado, analisando os 35 mais populosos da Bahia, tanto que a média alcançada foi 5,5 e supera a prevista para ser alcançada apenas no ano de 2021”, afirmou. “Esse prêmio é mais um reconhecimento desse trabalho”.

O gerente regional do Sebrae, Edirlan Souza, reforçou os agradecimentos pela parceria com a Prefeitura de Irecê. “Essa premiação é fruto dessa parceria. Agradeço ao prefeito Elmo Vaz e a comunidade do bairro são Francisco. Juntos estamos mudando a realidade da comunidade”. Já o secretário de Indústria e Comércio, Pedro Sodré, lembrou que Irecê vai concorrer ao prêmio nacional de Prefeito Empreendedor. “Temos muito orgulho dessa ação. Vamos agora para etapa nacional, com muita esperança de trazer para Irecê mais essa conquista”.

Agnaldo Freitas ressaltou a importância de incentivar o empreendedorismo e discutir ideias e ações que envolvam toda a comunidade com a escola. “Temos uma escola viva. No ano passado produzimos ótimos trabalhos através do JEPP, que é uma ferramenta fantástica de estímulo ao empreendedorismo”, finalizou.

(Ascom)

Prefeitura de Irecê realiza 2ª Feira do Empreendedor com alunos do JEPP

Fotos: Ascom PMI

A Praça da Prefeitura recebeu no dia 30/11 a 2ª Feira do Empreendedor do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), que acontece em parceria com o Sebrae, protagonizado pelos alunos da Escola Luiz Viana Filho, do bairro São Francisco, e que recentemente deu à Irecê o X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor na categoria Empreendedorismo na Escola.

A diretora da Escola Luiz Viana Filho, Talita Dourado, explica que os diversos produtos negociados na Feira foram confeccionados pelos alunos. “Para nós foi um momento ímpar, pois ficamos felizes com a autonomia, talento, oralidade e as competências empreendedoras que o JEPP despertou em nossos alunos, que negociaram desde plantas medicinais, temperos e lanches até produtos sustentáveis como brinquedos reciclados, ecopapelaria e artesanato”, afirmou.

O secretário de Indústria e Comércio, Pedro Sodré, destaca que a Feira, que iniciou ano passado com a adesão ao JEPP, é sinônimo de muito trabalho e dedicação, com a participação de 400 alunos do 1º ao 9º ano recebendo ensino de qualidade e desenvolvendo o empreendedorismo, com a importante parceria do Sebrae. “Essa é uma grande oportunidade para que os alunos adquiram a veia do empreendedorismo, que é uma forte característica da nossa cidade”, conta. “Estamos incentivando esses jovens a empreender, e quem sabe a se tornar grandes empresários, gerando emprego e renda”.

De acordo com a coordenadora do JEPP, Graça Gonçalves, a ação é resultado de muito trabalho realizado em sala de aula, onde o aluno compreende que o empreendedorismo não é voltado apenas para os negócios. “Ele pode empreender em sua formação profissional, planejar seus estudos, suas perspectivas futuras” destacou. “Mapeamos os tipos de negócios do bairro São Francisco e encontramos quase 170 pontos de comércio, entre padaria, mercado, salão de beleza, entre outros, onde as famílias estão envolvidas direta e indiretamente. A intenção do projeto é potencializar nestes estudantes o gosto pela gestão de negócios”.

Ainda segundo a coordenadora, a Feira é resultado desse trabalho, que tem o importante apoio do Sebrae, começando com os estudos e em seguida as produções dos alunos para serem vendidas no evento. “Já percebemos muitos avanços, e os números expressivos alcançados pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2017 comprovam essa afirmação”, disse.

(Ascom)

Prefeitura lança Programa Mutirão Agrícola, que não acontecia há mais de cinco anos em Irecê

Fotos: Ascom

Agricultores familiares de todo o município de Irecê lotaram o auditório da Praça CEU na manhã da última quarta-feira (21), para o lançamento do Programa Mutirão Agrícola, que não acontecia na cidade há mais de cinco anos. O ato contou também com a presença de representantes de Associações Rurais, secretários municipais, vereadores e do prefeito Elmo Vaz.

Segundo o secretário de Agricultura, Arestides Dourado Jr (Borisco), a ação vai beneficiar diretamente 520 famílias de agricultores de 16 localidades do município. “Faremos o preparo do solo, entregando até cinco tarefas de terra aradas, além de acompanhamento técnico para o plantio”, disse.

“Isso é uma maravilha, cinco tarefas de terra já aradas pra nós é uma bênção, ainda mais nos dias de hoje. Estou muito feliz, vou plantar milho, mamona, feijão de corda e abóbora”, comemora a agricultora Maria Ferreira Guerra, do distrito de Angical, presente no evento.

Em sua fala, o prefeito Elmo Vaz destacou a importância das chuvas, uma vez que as terras estarão preparadas e informou também sobre novos projetos que poderão trazer ainda mais benefícios para a área. “Estamos garantindo o plantio, entregando a terra pronta, agora é continuar torcendo pelas chuvas e pela colheita” disse. “Pensando na comercialização esses produtos, não só de Irecê, mas de toda a região, solicitei ao governador Rui Costa o repasse da gestão do Mercado do Produtor para o município. Assim poderemos garantir a presença da Agricultura Familiar, através das Associações, comercializando lá os seus produtos”.

O Programa Mutirão Agrícola foi instituído por Lei Municipal em 2006 com o objetivo de dar apoio aos pequenos produtores, que vivem exclusivamente da atividade agrícola e que sejam filiados a Associações Rurais, visando o aumento da produção e da produtividade. A aração das terras já será iniciada nos próximos dias, com a logística organizada e acompanhada pela Secretaria de Agricultura, que também dará assistência técnica para o plantio.

(Ascom)

Prefeitura de Irecê-BA e iniciativa privada participam de mega rodada de negociação com a Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil – China

Fotos: Divulgação.

Da Redação

O Secretário de Indústria e Comércio publicou em sua conta da rede social Facebook neste sábado (24), duas fotos, uma com o empresário Edgard Martins e Fábio Hu, presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil – China. A comitiva de Irecê está “participando da Mega Rodada de Negócios em São Paulo”. Jazon Júnior, Secretário de Governo e Chefe de Gabinete da Prefeitura de Irecê também participa do evento.

 

Câmara Municipal de Irecê aprova Projeto de Lei que pretende levar Capoeira às escolas públicas

Mestres de Capoeira e Capoeiristas participam de sessão na Câmara. Foto: Juliano Ferreira/IrecêPress

Por Juliano Ferreira

No mês em que se comemora o Novembro Negro, a Câmara Municipal de Irecê recebeu diversos Mestres de Capoeira e Capoeiristas em seu plenário com berimbau,atabaque e a ancestralidade de matrizes afro-brasileiras, e aprovou o Projeto de Lei do Legislativo nº 26/2018 que tem por objetivo “Instituir o reconhecimento do caráter educacional e formativo da capoeira em suas manifestações culturais e esportivas e permitir a celebração de parcerias para o seu ensino nos estabelecimentos de educação básica públicos”.

Mestres de Capoeira e Capoeiristas participam de sessão na Câmara. Foto: Juliano Ferreira/IrecêPress

O Projeto de Lei é de autoria do Vereador Toinho do Judô (PRB), membro da bancada de oposição na Câmara e foi aprovado por todos os vereadores presentes. Agora, o executivo precisa sancionar o Projeto de Lei.

Para Murilo Franca, relator da Comissão de Justiça e Redação, que deu parecer favorável ao projeto, “A capoeira é símbolo de luta e resistência e até 1930 ela era proibida. Hoje temos a capoeira reconhecida em 2014 como patrimônio da humanidade”, pontuou.

Com Mesa Diretora esvaziada, Presidente Figueredo e 1ª Secretária Meire Joyce conduzem a sessão. Foto: Juliano Ferreira/IrecêPress

O Mestre Franck disse à reportagem que desenvolve um trabalho em Irecê a aproximadamente 40 anos, trabalho de prevenção, de conscientização e o mais importante de formação de caráter do cidadão. “A capoeira é apresentada como ferramenta educacional e tem muito a contribuir com o fortalecimento da nossa cultura onde a população ireceense só tem a ganhar com isso”, disse.

O Mestre Marreta arrematou: “A Capoeira tem o poder de transformar os jovens”. E o Mestre Amarai reportou que “a capoeira tem sido instrumento de inclusão social”. “Parabenizo nossos patriarcas da Capoeira”.

“Quero agradecer ao meu Mestre que faleceu aos 60 anos de idade, quero agradecer a ele, pois a capoeira nos faz entrosar enquanto ser humano”, refletiu Mestre Ginga, que traz consigo 35 anos de experiência na Capoeira.

O Mestre Sucuri de Curaçá, no extremo-norte da Bahia, agradeceu aos vereadores e sintetizou: “A Capoeira é um grupo que ajuda uns aos outros, a capoeira na escola só vai fortalecer na cidadania de nossas crianças. A sessão também contou com a presença do Mestre Marreta de Juazeiro-BA.

De acordo com o Artigo 3º do Projeto, “Os estabelecimentos de educação básica públicos, poderão celebrar parcerias com associações ou outras entidades que representem e congreguem mestres e demais profissionais de capoeira”.

Estiveram presentes nesta 22ª sessão, Toinho do Judô (PRB), Consuelo Dourado e Leo da Unibel (PSDB), Margarida Cardoso e Espedito Moreira (Podemos), Valdereis Lopes e Irisvan do Angical (PSD), Fabiano Bia e Murilo Franca (PPS), o presidente da Mesa Diretora, Figueredo (PSB), Meire Joyce, 1ª secretária (Rede), e o líder do governo, Tertinho (PTB). Edilson Alecrim, vice-presidente da Mesa Diretora (PP) e Paulo Joaquim, 2º secretário (Podemos), não compareceram, mas Margarida Cardoso os desejou as boas-vindas a bancada de oposição. Luciano Silva (PV) também faltou.

“A prática de esportes em nosso município acontece na raça por pessoas que acreditam, a gente percebe pelo orçamento do esporte quando vem para a Câmara, fica em último plano”, finalizou Figueredo.

Projeto da estação de transbordo de Irecê é apresentado na CDL

A proposta foi desenvolvida pelo escritório de arquitetura Inova, e apresentada pela arquiteta Luciana Loula. Fotos: Divulgação.

O prefeito Elmo Vaz esteve reunido nessa terça-feira (13) na Casa do Comércio, junto aos membros da Câmara de Dirigentes Lojistas de Irecê – CDL, para apresentar o projeto da estação de transbordo do município. A proposta foi desenvolvida pelo escritório de arquitetura Inova, e apresentada pela arquiteta Luciana Loula.

Para o prefeito Elmo Vaz, Irecê é uma cidade que se desenvolveu e tem uma economia baseada no comércio e na prestação de serviços. “Nesse aspecto, a estação de transbordo visa dar conforto, comodidade e praticidade para quem se desloca para o nosso município diariamente, sendo mais um atrativo para o desenvolvimento do setor de comércio e serviços”, afirmou.

Ainda de acordo com o prefeito, a estação será viabilizada através de uma Parceria Público-Privado (PPP), seguindo o modelo das principais cidades do país. “O projeto, fundamental para o desenvolvimento da nossa cidade, será submetido à aprovação da Câmara de Vereadores”, disse, destacando que a estação estará localizada no espaço do antigo Setor de Transportes da Prefeitura, onde hoje funciona provisoriamente a Unidade de Triagem de Resíduos Sólidos, que será relocada para outro espaço a ser providenciado pelo município.

Na ocasião o presidente da CDL, João Marlon, sugeriu a criação de uma comissão para otimizar o modelo da Parceria Público-Privado antes de enviar o projeto à Câmara de Vereadores. “Tenho certeza que esse projeto será extremamente importante para o desenvolvimento da nossa cidade”, finalizou.

(Ascom)

Prefeito de Irecê se reúne com diretor do Desenbahia para entrega de documentação para empréstimo

Elmo Vaz e o diretor de negócios do Desenbahia, Agenor Martinelli Braga. Foto: Ascom.

Por Ascom

O prefeito de Irecê, Elmo Vaz, se reuniu nessa terça-feira (06) com o diretor de negócios do Desenbahia, Agenor Martinelli Braga, para entregar toda a documentação referente à solicitação de empréstimo feito pelo município no valor de R$7.755.555,00.

Leia mais:

Câmara Municipal de Irecê aprova Projeto de Lei do Executivo com empréstimo de R$ 7.775.555,00

A autorização do empréstimo foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores no dia 25/10, com o objetivo da construção e requalificação na área de infraestrutura no município. “Com esse empréstimo, vamos poder melhorar a vida de muita gente”, afirmou o gestor, destacando que o acesso ao mesmo só foi possível graças à capacidade de pagamento do município. “Agora, o próximo passo será a seleção das ruas e praças, para então submeter o projeto à aprovação do Desenbahia. Para isso, vamos ouvir a população”, finalizou.

Seabra-BA: Justiça obriga autor de ‘fake news’ a retirar publicação das redes sociais

Oswaldo Almeida, vulgo Oswaldinho, autor das ‘fake news’ publicadas nas redes sociais contra o prefeito de Seabra Fábio Miranda. Foto: Divulgação.

Por Veja Política

Oswaldo Almeida, vulgo Oswaldinho, autor das ‘fake news’ publicadas nas redes sociais contra o prefeito de Seabra Fábio Miranda, foi notificado sobre duas Decisões Liminares dadas pelo Juiz de Direito Pablo Venicio Novais Silva.

As Liminares emitidas pelo magistrado Seabra, 456 km da capital baiana, determinam a retirada imediata das publicações feitas pelo réu em suas redes sociais. O juiz Pablo Venicio Novais Silva entendeu que “a esperar-se o julgamento final da lide, poderá sofrer a requerente prejuízo significativo e irreparável”.

As duas decisões referem-se a duas Ações de Indenização por Danos Morais (http://vejapolitica.com.br/index.php/2018/10/22/seabra9531/ ) aberta pelo Prefeito Fábio Miranda contra o desempregado Oswaldo Almeida (http://vejapolitica.com.br/index.php/2018/10/29/seabra-autor-de-fake-news-sofre-mais-um-processo-2/).

Em ambas as decisões o Juiz determinou que, caso não seja cumprida as retiradas imediata das publicações, o réu deverá pagar multa diária de R$ 1.000 por cada Ação. “Isto posto, DEFIRO O PEDIDO DA TUTELA ANTECIPADA DE URGÊNCIA, determinando que o Requerido proceda a imediata exclusão imediata da postagem de conteúdo ofensivo à pessoa do Autor, de suas páginas da rede social (Facebook e “Chapada em Debate”), datada de 12 de setembro de 2018, às 13h08min, a contar o prazo após a citação, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para o caso de descumprimento”.

O magistrado também determinou a data da audiência. “Designo audiência de tentativa de conciliação ou mediação, para o dia 27 de novembro de 2018, às 10:30 horas”.

Caso as duas Ações de Indenização sejam exitosas o prefeito Fábio Miranda irá doar, em benefícios, o valor das Ações, que dá um total de R$ 76 mil, para as entidades Lar do Vovô, que fica no bairro da Boa Vista, e para ARVE – Associação Reparadora Vida e Esperança que atende a crianças na Casa das Madres, ambas em Seabra.

Vereadores de Irecê-BA denunciam ex-prefeito Luiz Pimentel Sobral (Podemos) a Polícia Federal por dívidas junto ao INSS

Ex-prefeito e suplente de Deputado Estadual Luiz Pimentel Sobral. Foto: Divulgação.

Por Juliano Ferreira

Os Vereadores Tertuliano Leal Libório – Tertinho (PTB), líder da bancada do governo na Câmara, Rogério Santos Amorim – Figueredo (PSB), Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Irecê, Fabiano Oliveira Silva dos Santos – Fabiano Bia (PPS), Luciano Pereira da Silva (PV), Meire Joyce Souza Figueiredo – Meirinha, 1ª Secretária da Mesa Diretora (Rede) e Murilo Franca Paiva Silva (PPS), relator da Comissão de Justiça e Redação, protocolaram denúncia à Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia contra o ex-prefeito do Município de Irecê, Luiz Pimentel Sobral (Podemos) por conta de dívidas deixadas junto ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O documento encaminhado ao Procurador da República em Irecê-BA diz que “quando o ex-prefeito tomou posse em 1º de janeiro de 2013, recebeu como dívida fundada com o INSS, R$ 21.413.144,96 conforme demonstrativo das contas de dezembro de 2012, último mês da gestão do ex-prefeito José Carlos Dourado das Virgens (à época no PT), e que este herdou do ex-prefeito Joacy Nunes Dourado (PMDB), dívida fundada com o INSS no valor de R$ 22.080.414,37, conforme balanço patrimonial do exercício de 2008”.

O documento aponta que “em 31 de dezembro de 2016, o ex-prefeito Luiz Pimentel Sobral entregou o município de Irecê-BA, para o atual gestor Elmo Vaz Bastos de Matos (PSB), sem apresentação do relatório conclusivo da transmissão de governo, e com a dívida junto ao INSS de R$ 79.079.032,82.

Diante do exposto, afirma o documento, “deduzimos que: todos os ex-prefeitos passados até 31 de dezembro de 2012, ou seja, até a gestão de José Carlos Dourado das Virgens, acumularam dívidas com a previdência social (INSS) no montante de R$ 21.413.144,96 e o ex-prefeito Luiz Pimentel Sobral em quatro anos de gestão aumentou essa dívida em R$ 57.665.887,86, diferente do que fez o gestor anterior que amortizou a dívida com o INSS em R$ 667.269,41”.

Ao finalizar, o documento protocolado em 24 de setembro de 2018 pede investigação ao Ministério Público Federal “por conta de atos e ações muito irrazoáveis relacionados com a dívida de Irecê-BA e o Instituto Nacional de Seguro Social”. O documento pede ainda “que em havendo dano ao erário o representado (Luiz Pimentel Sobral) seja responsabilizado e penalizado na forma da lei.
O documento encaminhado a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia é de 2 de outubro de 2018.

Em ofício nº 20 de 24 de julho de 2018 sobre o saldo das dívidas em 31 de dezembro de 2016 enviado ao atual prefeito Elmo Vaz Bastos de Matos pela Receita Federal, o valor total deixado pelo ex-prefeito Luiz Pimentel Sobral é de R$ 79.079,032,82.

Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Irecê desta quinta-feira, 1º de novembro, o Presidente da Câmara, Figueredo comentou o assunto: “O ex-prefeito endividou o município em apenas quatro anos de gestão e até agora não vi nenhum membro da bancada de oposição falar nada a respeito do assunto. Gostaria que alguns colegas refletissem sobre o assunto em redes sociais e na mídia local.É por isso que protocolamos esta denúncia junto ao Ministério Público Federal e a Polícia Federal”.

Câmara Municipal de Irecê aprova título de cidadã ireceense para Deputada Estadual Fabíola Mansur (PSB)

Foto: Divulgação.

Por Juliano Ferreira

Por 13 votos a favor e 1 contra, a Deputada Estadual Fabíola Mansur (PSB) ganhou o título de cidadã ireceense na sessão ordinária desta quinta-feira, 1º de novembro.

A iniciativa de conceder o título a deputada foi do Vereador Fabiano Bia (PPS). De acordo com Bia, “Fabíola Mansur têm relevantes serviços prestados a população de Irecê e Região”. Os vereadores presentes parabenizaram Fabiano Bia pela iniciativa.

Leia aqui a biografia da Deputada Fabíola Mansur.

“Hoje fui surpreendida pela notícia que o Vereador Fabiano Bia e seus pares da Câmara Municipal de Irecê me concederam o título de cidadã ireceense. Uma honra pra quem traz Irecê do lado esquerdo do peito antes mesmo de virar deputada. Foi naquela região que iniciei os mutirões de saúde ocular; foi naquela cidade que criei a primeira filial da minha clínica oftalmológica. E foi em Irecê que construí grandes amizades, para além dos trabalhos como médica e como política. Obrigada Irecê. Conte comigo. Hoje e sempre!”, escreveu a deputada em suas redes sociais.