Jorge Solla (PT-BA) denuncia falta de medicamentos no Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/PT na Câmara

Por Juliano Ferreira

O Deputado Federal Jorge Solla (PT-BA) denunciou no plenário da Câmara na terça-feira (7) o Ministério da Saúde e o Governo Bolsonaro por falta de medicamentos indispensáveis e alguns já com estoque crítico.

De acordo com o deputado, “são 24 medicamentos indispensáveis adquiridos de forma centralizada pelo Ministério da Saúde que estão faltando no Brasil inteiro. Medicamentos imunossupressores, os pacientes transplantados estão sem medicamento, medicamentos para HIV e 19 estão com estoque crítico que só dá para mais 30 ou 45 dias”, pontuou Solla.

O deputado também criticou o corte no orçamento das Universidades: “Cortar 30% do orçamento das universidades é impedir a continuidade das aulas e das pesquisas”.

E arrematou: “Deixar de distribuir medicamentos para transplantados, portadores de HIV e uma série de doenças graves é sentença de morte. Mais de dois milhões de brasileiros vivem essa situação”.

Assista o pronunciamento de Jorge Solla no Instagram: