Em um ano, Prefeitura de Irecê investe mais de R$ 670 mil no Programa Municipal de Assistência Estudantil (Promae)

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé e texto

Ascom/Irecê

Mãe de dois universitários ireceenses que moram em Cruz das Almas, Solange Machado agradece a oportunidade do Promae. “Já é muito difícil ver nossos filhos longe. Mas ao mesmo tempo me sinto realizada em vê-los melhorando a cada dia. Só tenho a agradecer à Prefeitura, que tornou isso possível, e que tem ajudado tantos outros estudantes que moram fora”.

Criado pela Prefeitura, o Programa Municipal de Assistência Estudantil (Promae) já se consolidou como a maior ação em benefício a universitários da história do município. A iniciativa, que neste mês de maio completou um ano de consolidada, com mais de R$ 670 mil investidos, já beneficiou 150 estudantes ireceenses com bolsas de R$100 e R$300 a residentes e não residentes em casa de estudantes mantida pelo município, respectivamente.

Segundo o prefeito Elmo Vaz, “o Promae nos permitiu apoiar estudantes que saíram da nossa cidade em busca de um sonho. O resultado foi uma maior democratização do acesso e a garantia de estarmos investindo recursos públicos para quem mais precisa”, afirmou. “Além disso, aumentamos em três vezes o número de beneficiados, e também avançamos de três para 22 cidades com estudantes atendidos”.

O estudante Edemário Pereira conta que é enorme a satisfação em falar do Promae. “Me encontro assistido pelo Programa desde a sua criação, e durante esse período, todos os meses, sem exceção, foram efetuados os depósitos no valor integral da bolsa”, disse. “O custo de vida na Capital é elevado, e a bolsa tem auxiliado meus estudos de maneiras diversas, contribuindo muito no meu desenvolvimento acadêmico. Em razão disso, é fundamental entender a educação como política pública. Assim, quero agradecer e parabenizar a Prefeitura”, finaliza.