Queda de braço: Prefeitura de Salvador fecha base da TVE Bahia na orla e gera polêmica

Anderson Sotero/A Tarde Online

Uma polêmica envolvendo a prefeitura de Salvador e a TVE Bahia tem ganhado os holofotes do Carnaval. O problema gira em torno de uma grua instalada na Rua Dom Marcos Teixeira, no circuito Dodô (Barra-Ondina). A Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) notificou que o equipamento fosse retirado por “colocar em risco a segurança dos foliões”, mas alega que a um tenente-coroenl da Polícia Militar (PM-BA) impediu o cumprimento da determinação municipal.

O imbróglio que já ganhou contornos políticos por ser um ano eleitoral teve início, segundo nota da TVE Bahia, na quinta-feira de carnaval, quando fiscais da prefeitura foram até a plataforma da emissora e questionaram a presença do equipamento, sob a alegação de que ele poderia prejudicar a circulação de pessoas no local.

Ainda segundo a TVE Bahia, que é a Emissora Pública do Estado, o equipamento foi desligado e uma visita técnica agendada para a sexta, (9). Após a visita de técnicos da Sedur, teria sido acordada uma alteração do local onde o equipamento estava.

“Surpreendentemente após o aval dos técnicos da prefeitura, a Sedur notificou a TVE para a retirada do equipamento utilizado pela emissora e instalado na Rua Dom Marcos Teixeira, mantendo os equipamentos da TV Bahia em suas posições”, ressaltou. Em nota, a emissora, que pediu, ainda, “as mesmas condições” de outras TVs para fazer a cobertura.

A solicitação para a utilização dos espaços, segundo a nota, já havia sido protocolada pela TVE Bahia junto à Sedur após consulta técnica prévia. “A TVE Bahia entende que todas as emissoras de TV devem ter garantidas as mesmas condições para a transmissão do Carnaval de Salvador sem qualquer tipo de perseguição ou vantagem a uma ou outra emissora”, acrescentou, em nota, a TVE Bahia.

Também por meio de nota, a prefeitura informou que não autorizou a grua da TVE Bahia e que a emissora ocupou “ilegalmente uma área pública”. O local, segundo a Sedur, serve de rota de fuga para os foliões do circuito da Barra.

O equipamento, de acordo com avaliação de engenheiros e técnicos da secretaria, estava ocupando dois terços da rua e não poderia permanecer no local “devido aos riscos que poder causar à população”.

“A Sedur também informa que não autorizou a instalação de outra grua da TVE na região do Farol da Barra porque a emissora não apresentou ao órgão a autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), necessária para a liberação pela Sedur de estruturas que fiquem próximas a patrimônios históricos”, ressaltou, em nota, a prefeitura.

Em uma segunda nota, divulgada neste domingo (11), a prefeitura informou que a emissora “insiste em colocar em risco a segurança dos foliões”. De acordo com o documento, a TVE não seguiu as determinações referentes à ocupação do espaço público urbano no Carnaval, “que são aplicadas a todos os veículos que cobrem a festa”.

A prefeitura informou, ainda, que o equipamento não foi retirado e a emissora não permitiu o deslocamento dele. “O diretor de fiscalização da Sedur, Átila Brandão Jr., ao tentar cumprir a determinação de desobstrução da via foi ameaçado de prisão pelo tenente-coronel Jackson, da Polícia Militar. A Sedur envidará todos os esforços para fazer cumprir a legislação municipal com vista a garantir a segurança dos baianos e turistas nos circuitos do Carnaval”, destacou a prefeitura, na segunda nota enviada à imprensa.

Neste domingo, a TVE Bahia voltou a se manifestar sobre o caso e informou que a grua ocupa um terço da rua e não dois terços, como havia informado a prefeitura. “A solicitação para utilização do local foi protocolada na Sedur, antes do início do Carnaval, a partir de consultas prévias aos técnicos da prefeitura, sempre indicando esta rua como o local a ser utilizado. Em nenhum momento os técnicos da prefeitura questionaram a rua pretendida ou propuseram outra. Pelo contrário, em visita, os técnicos deram o aval para a atual localização”, destacou, em nota, a TVE Bahia.

A emissora, no entanto, não informou se o equipamento permanece em funcionamento e nem comentou a alegação da prefeitura sobre um oficial da PM ter impedido a retirada do equipamento por técnicos da Sedur.

Sobre a segunda plataforma elevatória localizada no Farol, a TVE Bahia destacou que recebeu autorização formal do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – Iphan. “As câmeras estão sustentadas por plataformas elevatórias para mostrar todos os detalhes aos telespectadores.  Assim como fazem outras emissoras neste circuito, como a TV Bahia, que utiliza plataformas semelhantes também instaladas na Avenida Oceânica e em ruas transversais”, finalizou, em nota, a TVE Bahia.

Edição: Juliano Ferreira/IrecePress.com

Com recursos de 2 milhões assegurados, Irecê ganhará abertura de nova avenida

Da esq. para a dir. Elmo Vaz (PSB), prefeito de Irecê, Rui Costa (PT), Governador da Bahia, Figueiredo, Presidente da Câmara de Irecê e Fabíola Mansur, deputada estadual pelo PSB. Foto: Divulgação/Ascom

O município de Irecê foi beneficiado com recursos no valor de cerca de R$ 2 milhões para a construção de uma nova avenida que ligará a Adolfo Moitinho até a BA-052, próximo a UNEB, passando pelo Loteamento Fernandes. O anúncio foi feito na tarde da última quarta-feira (31) pelo governador Rui Costa (PT), em evento com prefeitos do interior do estado, no auditório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), em Salvador.

Segundo o prefeito Elmo Vaz (PSB), o Governo da Bahia tem sido parceiro dos municípios, com a alocação de recursos importantes para a realização de obras estruturantes. “O governador Rui Costa tem olhado com carinho para Irecê e região. Assim como fez com a inauguração da Policlínica, essa obra terá grande importância para o município”, comemorou o gestor, que aproveitou para agradecer a deputada Fabíola Mansur (PSB), que também colocou recursos de sua emenda parlamentar no valor de R$ 400 mil para a obra. “Quero deixar uma marca na nossa gestão, que será a abertura de novas avenidas para acesso e expansão da cidade, a exemplo do recurso já garantido para a ligação do Mercadão com a BA-052 na altura da Cerb, e essa nova avenida que vai ligar a UNEB à Rodoviária”, completou.

Na ocasião foram assinados diversos convênios nas áreas de saúde e infraestrutura urbana, totalizando R$ 25 milhões em investimentos. “Hoje chegamos a 204 municípios contemplados e R$ 120 milhões em convênios nesses encontros”, disse na ocasião o governador Rui Costa.

Ascom/Secretaria de Governo
Prefeitura de Irecê

Irecê-BA: Policlínica Regional começa a funcionar nesta segunda-feira (11) e vai atender 22 municípios

Foto: Ascom/Gov.BA

Resultado de um investimento de R$ 25 milhões, a Policlínica Regional em Irecê começa a funcionar na próxima segunda-feira (11), oferecendo exames de alta complexidade e atendimento em diversas especialidades para 22 municípios da região. A unidade foi entregue pelo governador Rui Costa (PT) nesta sexta (8), às 16, com a participação dos representantes das prefeituras que integram o consórcio de saúde responsável pela gestão da policlínica.

Além de Irecê, a unidade vai atender a população dos municípios de América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentil do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Morro do chapéu, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Souto Soares, Tapiramutá, Uibaí e Xique-Xique.

O transporte dos pacientes dos municípios consorciados até a policlínica será realizado gratuitamente, por meio de 13 micro-ônibus adquiridos pelo Governo do Estado. Até agora, já foram inauguradas as policlínicas regionais do Extremo Sul (Teixeira de Freitas) e do Alto Sertão (Guanambi), além do Hospital Regional da Chapada (Seabra). No próximo dia 15, será entregue o Hospital da Costa do Cacau, e em 22 de dezembro, a Policlínica Regional em Jequié. As informações são da Secom/BA